Novo design é assinado pela Agência Woau! Resenha - Veneno Filmes - X-men - Clube de compras Dallas Resenha - Feita de fumaça e osso
25

[ RESENHA ] O Chamado do Cuco - Robert Galbraith


Título Original:The Cuckoo’sCalling
Gênero: Policial
Autor: Robert Galbraith (J.K. Rowling)
Ano: 2013
Editora: Rocco
Número de páginas:  447
Nota pessoal:  5/5

“A cabeça da mulher sangrara um pouco na neve. O rosto estava esmagado e inchado, um olho reduzido a uma prega, o outro mostrando uma lasca de branco opaco por entre pálpebras distendidas. Quando o top de lantejoulas que ela vestia cintilava nas leves alterações da luz, dava a impressão inquietante de movimento, como se ela voltasse a respirar ou retesasse os músculos, pronta para se levantar. A neve caia em toques suaves de pontas de dedos na lona do alto.”  Pág. 12

Quando o assunto é J.K. Rowling, para mim muito nunca é demais. Por isso, logo depois de terminar Morte Súbita, já sofria imaginando quando teria algo novo da autora em mãos. Então imaginem minha felicidade ao descobrir que determinado livro, que vinha gerando certo burburinho lá fora, era na verdade escrito por ela sob o pseudônimo de Robert Galbraith. O livro em questão é O Chamado do Cuco, primeiro da série Cormoran Strike e hoje falarei sobre os altos e baixos dessa instigante leitura.


O caos explodira na nevada e sossegada Rua de Mayfair. Fotógrafos, paparazzi, jornalistas e repórteres se espremiam para conseguir o melhor ângulo. As emissoras de televisão já transmitiam a noticia há horas. Em cada extremidade da rua populares se aglomeravam curiosos, alguns erguendo celulares para tirar uma foto antes de seguir adiante. Em uma daquelas sacadas jazia o corpo desfigurado da famosa modelo Lula Landry. Suposições sobre o que acontecera pipocavam a todo instante. Assassinato? Suicídio? Ninguém sabia ao certo. No fim das contas, a segunda hipótese prevalece e depois de um ultimo folego, ninguém tinha mais nada a dizer, exceto que muito já havia sido dito.

Robin Ellacott, 25 anos de idade, está de ótimo humor. Acontece que seu noivo, Mathew, acabou de lhe pedir em casamento. Enquanto se dirigia a mais um emprego como temporária, ela mal pode conter sua excitação. Contudo, mais uma vez o destino resolve sorrir para ela. Para sua surpresa esse novo trabalho seria um pouco diferente. Ao chegar ao prédio e ler a placa de vidro na porta, Robin descobre que trabalharia para um detetive particular, o C. B. Strike. Isso só poderia ser brincadeira, afinal ser detetive sempre foi um de seus sonhos infantis.

Cormoran Strike não fica nem um pouco feliz em receber mais uma secretária temporária. A profissão como detetive não tem trazido um bom retorno financeiro e seus débitos se avolumam a cada dia. Nesse momento uma funcionária apenas pioraria a situação. Sobrevivente de guerra, Strike carrega seqüelas físicas e psicológicas. Sua vida amorosa também não vai nada bem, tendo mais uma vez terminado com a tempestuosa Charlotte e não podendo dispor de grandes luxos, ele tem que se contentar em viver no escritório, ao menos  enquanto puder pagar o aluguel, o que, dependendo do ritmo das coisas, não será mais por muito tempo.

E mesmo em meio a tantas dificuldades financeiras, quando recebe o advogado John Bristow em seu escritório, Strike nem sonha em aceitar trabalhar para ele. O rapaz é irmão da famosa modelo Lula Landry, a mesma que pulara da sacada do próprio apartamento três meses atrás. Mas John não acredita que a irmã tenha se suicidado. Por isso decide investigar por conta própria.

Aquilo parecia algo delirante. A morte de Lula Landry teve a cobertura mais completa que Strike já vira. A polícia certamente não se permitiria errar, principalmente sobre o foco da mídia e de milhões de pessoas no mundo todo. Estava claro que fora um suicídio e Strike não se sentia nem um pouco inclinado a aceitar o trabalho, mas a insistência de Bristow e suas próprias necessidades financeiras o leva a dizer sim.

Dessa forma Cormoran Strike começa uma meticulosa investigação, refazendo cada passo da modelo em seus últimos dias de vida. Nada é dispensável, tudo é relevante. Para chegar fundo nas coisas ele mergulha em um mundo habitado por modelos, atores, rappers, paparazzi, estilistas e diretores de cinema. Robin se mostra uma aliada de peso, eficiente como nenhuma outra temporária jamais foi e antes que percebam ambos estão imersos em uma trama intrincada, onde cada nova descoberta irá conduzi-los a um desfecho totalmente inesperado. 

“Ele tinha esperanças de localizar a sombra vacilante de um assassino ao virar as páginas do arquivo, mas, em vez disso, era o fantasma da própria Lula que surgia, olhava-o, como vítimas de crimes violentos ás vezes faziam, do que restava de sua vida interrompida.” Pág. 174

* * *
Literatura policial figura entre meus gêneros preferidos, embora ultimamente eu não tenha lido muito pouca coisa no estilo. Mas se tratando de algo escrito pela lendária JK Rowling, esperar muito para ler não é opção.

O Chamado do Cuco é um livro sensacional, mas confesso que a principio fiquei um tanto apreensivo. Acontece que a primeira parte, algo próximo até a página 150, é um tanto quanto lerda e as coisas demoram a acontecer. Nesse momento a autora nos apresenta os personagens que permearão a trama, a morte de Lula e os primeiros passos da investigação de Strike.

Depois desse ponto a narrativa se torna mais ágil e a investigação ganha uma ênfase maior. Algo interessante é que temos acesso aos mesmos elementos que Strike para chegar ao assassino. A cada entrevista, visita a local que a modelo esteve ou acesso a algum conteúdo relacionado à sua morte, vai se montando um quebra-cabeça complexo, de modo que o leitor pode tirar suas próprias conclusões. Teci minhas teorias, até apostei em alguns possíveis assassinos, mas fiquei feliz em ter errado.

É incrível a capacidade da JK em criar personagens únicos. É um desfile de personalidades, cada uma mais singular que outra. E a maioria mega repugnante. Através das entrevistas de Strike vamos formando um quadro fragmentado, mas nada deve ser levado ao pé da letra. Alguns mentem descaradamente, outros distorcem a versão dos fatos a seu favor. Preconceitos e arrogância desfilam livremente, independentes da classe do personagem. O livro, em sua crueza, me lembrou muito mais Morte Súbita que Harry Potter.

Ainda nos personagens, posso dizer que gostei e muito da dupla de protagonistas. Strike não é um mocinho convencional. Vindo de uma infância sofrida, sob a tutela de pais indiferentes, ele aprendeu a contar apenas consigo próprio logo cedo. O tempo de permanência em meio a conflitos no Afeganistão também serviu para endurecê-lo, mas o que encontramos de verdade é um homem um tanto quanto decrépito, mas que não se deixa levar pelas circunstâncias. Sem lar, recém saído de um relacionamento e com uma divida colossal, Strike talvez não lhe conquiste em um primeiro momento. Mas é pela perspicácia, frieza e raciocínio impar que ele ganha o leitor. Sempre buscando significado onde ninguém mais parece notar. Constantemente lendo nas entrelinhas, ele vai avançando em sua investigação, imune ao efeito do glamoroso mundo em que Lula vivia.

Já Robin é o oposto. A personagem me ganhou de cara. Sonhadora, eficiente e muito curiosa, ela acaba se revelando crucial para Strike. Torci para que a semana dela como temporária se estendesse indefinidamente e dei pulinhos de alegria quando ela se ofereceu para permanecer como secretaria permanente. Sinto que essa é uma relação que ainda pode crescer muito nas seqüências que virão.

Algo interessante a abordar é que todo o livro é pautado em entrevistas. Conhecemos as versões das principais pessoas que rodeavam a Lula, mas no presente nada acontece, o que me intrigou em boa parte do livro. Não há uma oposição direta as investigações feitas por Strike, o que deixa a trama sem muitos pontos altos. Compararia aos livros da Ágatha Christie com o Poirot, focado na investigação, contudo com uma abordagem mais profunda da vida do investigador e menos ação ou fatos impeditivos na investigação.

Mas isso muda no terço final e como já adiantei lá em cima o desfecho para mim foi sensacional, me pegando de surpresa. Dessa forma um livro que passou grande parte sendo avaliado por mim com quatro estrelas, devido ao final inesperado, passa a ser um cinco estrelas.


Enfim, é isso, espero que eu tenha transmitir minha opinião de forma coerente. Vocês devem ter notado que eu abandonei completamente o pseudônimo, mas é que por conhecer tão bem a autora não consegui falar do livro sem me referir a ela. Agora é só esperar ansiosamente pela continuação, que de acordo com a tia Rowling já está finalizada. Para quem ainda não leu fica a recomendação. E quem já conferiu por favor contem o que acharam nos comentários. 

 Série Cormoran Strike:

Livro 01 - O Chamado do Cuco

25 comentários:

  1. Encomendei na Black Friday, espero que chegue logo. Aliás, espero que chegue. :P Mas pela sua resenha e todas que li posso ler com as maiores expectativas. :D

    Abraço!
    http://constantesevariaveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gabi,

      Pois é, a tia Rowling arrasou nesse. Não vejo a hora de por minhas mãos nas próximas aventuras do Strike.

      Abraços!!!

      Excluir
  2. Olá querido!

    Fico feliz em saber que gostou assim do livro. Eu tava com medo de acontecer que nem Morte Súbita e a leitura não evoluir pra mim. Mas agora estou mais tranquila! *-*

    Beijos,
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mandy,

      Ah, pena que não tenha gostado de Morte Súbita, eu adorei aquele livro. Mas esse é bem mais ágil e instigante.

      Abraços!!!

      Excluir
  3. Nunca li um livro de romance policial, mas andam falando tão bem desse livro por aí que estou pensando em dar uma chance ao gênero através dele. E eu não acho que você tenha algo com que se preocupar, você sempre consegue expressar sua opinião de uma forma bastante coerente. E mais uma coisa: o livro terá uma continuação? Sério? Não sabia. Por um lado é bom, porque se o livro e a história forem bons, mais livros serão sempre bem-vindos; por outro, saber que tem mais de um livro pra ler da uma certa preguiça, sabe... Heheh.

    http://sendoempapel.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi F,

      Ah, leia sim. Eu gosto bastante do gênero policial. É muito divertido ler enquanto vai tecendo teorias.
      Obrigado, eu sempre me preocupe com o fato de estar sendo coerente ou não. E sobre a continuação, haverá sim sequências, mas como esse acaba com o final bem redondinho, acredito que não seria muito interligados não, exceto pelo vida pessoal dos personagens.

      Abraços!!!

      Excluir
  4. Ei Jeferson

    Eu adorei! Nem achei lento, eu gosto demais da narrativa da autora e para mim foi como Morte súbita, apesar de demorar a acontecer algumas coisas a narrativa é ótima e os personagens são tão bem construídos que eu mergulho na historia.
    Mas faltou algo para ser um 5 para mim, acho que pq eu não comprei o final. Não o que aconteceu, mas não faz sentido ele ter contratado o cara vc não acha não? até agora não engoli isso rsrs.
    abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nanda,

      Os personagens realmente são incríveis, contudo eu demorei mais para mergulhar na histórias. Ah, já eu comprei aquele final direitinho. Achei que tipo o cara tinha motivos para contratar o Strike, já que ele se sentia bem seguro. Medo de comentar mais por causa de spoilers, hehehe.

      Abraços!!!

      Excluir
    2. Ta, mas mesmo se sentindo seguro, quem faz uma coisa assim??? Não creio! Dei 4 quase que por causa disso hehehe.

      Excluir
  5. Me decepcionei com Morte Súbita, e qndo vi que esse livro iria ser lançado, não me deixou louca pra comprar.
    A capa é super intrigante, mas ainda não me despertou a curiosidade.
    Adorei sua resenha.
    Amigo Secreto - AR Fortaleza - 01/12/13.
    Confere lá!
    Manuscrito de Cabeceira
    Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lauri,

      Eu sofro tanto quando alguém diz que não gostou de Morte Súbita, por que na verdade eu amei o livro. Os personagens são tão humanos, a trama tão intrincada, mas enfim... Dá uma chance a esse. O livro merece, hehehe.

      Abraços!!!

      Excluir
  6. Oi Jeferson (: Eu estou louca por esse livro, sempre que vejo ele na livraria saraiva quase caio na tentação de comprar mas ainda não o fiz! Admito que mesmo com essa vontade eu não sabia muito sobre ele, nem ao menos sabia que era um livro policial, me interessei bastante pela estória e sua resenha está incrível! Você esclareceu muitas dúvidas que eu tinha sobre o livro (:

    Já postamos lá, quer ler? Obrigado desde já (:
    Fallen In Me
    -Cami

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cami,

      Cede logo a tentação e compra, você só tem a ganhar. É realmente um livro muito bom, fantástico no minino. Fico feliz que minha resenha tenha te ajudado.

      Abraços!!!

      Excluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Tia Jô é demais. Existe algum livro dessa mulher que não fez sucesso? Amoo!
    http://leituranomeumundo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Adorei a resenha, estou com mais vontade de ler ainda!!

    ResponderExcluir
  10. Amei a resenha! Nem acredito que Robert Galbraith é pseudônimo de J.K. Rowling, agora eu quero mesmo ler esse livro!!

    ResponderExcluir
  11. J. K. sempre surpreende, e, apesar de não ter amado tanto Morte Súbita quanto amei Harry Potter (vou dar uma nova chance ao livro), sempre fui curiosa em questão de O Chamado do Cuco, justamente por ela ter usado um pseudônimo. Espero que seja tão bom quanto o esperado!
    Beijos
    http://thais-monte.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Quero ler!!

    ResponderExcluir
  13. Comecei a me interessar por Romances Policiais lendo livros da incrível Agatha Christie. Com a inigualável J. K. Rowling conheci o magico mundo de Harry Potter e me surpreendi com o inesperado desfecho de Morte Súbita. Agora um gênero incrível e uma autora ainda mais incrível juntos só pode acabar em uma boa história. E depois de ler a resenha fiquei ainda mais ansiosa para mergulhar neste novo mundo de J. K. Rowling ou Robert Galbraith.

    ResponderExcluir
  14. Quero muito ler este livro! Está na minha meta de leitura de 2015, só falta o livro rsrsrs

    http://literow.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. É um livro aparentemente incrível. Está na minha lista de leitura, já recebi várias indicações do mesmo.
    Ficaria imensamente feliz se o ganhasse, tenho a completa certeza que teria uma ótima leitura, e começaria um 2015 melhor.

    ResponderExcluir
  16. J.K Rowling <3 <3
    Esse livro está há muito tempo em minha lista infindável de desejos! Hahahaha

    ResponderExcluir

Olá, obrigado pela visita!!!